2

Energia Solar no Brasil: o futuro é agora!

Entenda o cenário atual e as perspectivas de crescimento do setor no país, que já atingiu a
marca de 18 bilhões de reais em investimentos

A demanda por fontes de energia renováveis e amigas do meio ambiente já deixou de
ser apenas um ideal e se tornou uma realidade concreta em todo o mundo. No Brasil,
os investimentos crescem ano após ano e já indicam um caminho sem volta: o futuro
chegou.

E em um país quente como o nosso, a energia solar é uma das opções mais viáveis
para quem quer preservar o planeta e economizar dinheiro a médio e longo prazo.
Afinal, com a produção de energia a partir do sol, o consumidor consegue reduzir
boa parte do valor das contas de luz!

Para se ter uma ideia, um relatório da Clean Energy Latin America (CELA) apontou que
a menor irradiação solar do Brasil é melhor do que a maior da Europa. A Alemanha
consegue ser a líder mundial do setor com uma média de 140 dias de sol por ano. Aqui
no Brasil, nossa média de dias de sol é o dobro! Isso torna a energia solar a mais
competitiva fonte de energia renovável. Portanto, a tendência é que em alguns anos o
país assuma um protagonismo mundial na geração de energia solar.

Brasil ultrapassa a marca de 300 mil conexões de geração distribuída solar fotovoltaica

Não à toa, em 2020 o Brasil ultrapassou a marca de 300 mil conexões de geração
distribuída solar fotovoltaica. Nos últimos oito anos, o setor foi responsável pela
captação de mais de 18 bilhões de reais em novos investimentos, o que gerou em
torno de 108 mil empregos em todas as regiões brasileiras. Os dados são da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e da Associação Brasileira de Energia Solar
Fotovoltaica (Absolar).

E o melhor tudo: enquanto a procura aumenta, o preço cai – e bastante. O custo da
energia solar gerada por sistemas fotovoltaicos caiu 80% em 10 anos! Essa queda
expressiva foi provocada principalmente pela melhoria da tecnologia e pela crescente
experiência dos desenvolvedores. O estudo é da Agência Internacional de Energia
Renovável (Irena).

Se mesmo assim ainda resta alguma dúvida sobre a relevância da energia solar no
país e seu potencial de crescimento para os próximos anos, fica tranquilo: a KWESolar
preparou uma lista para ilustrar melhor o cenário transformador que estamos vivendo!

– Atualmente, os consumidores residenciais estão na liderança em relação ao
número de sistemas instalados, correspondendo a 72,5% do total. Em seguida,
estão as empresas dos setores de comércio e serviços, com 17,7%.

– Já em termos de potência instalada, os consumidores dos setores de comércio e
serviços aparecem na primeira colocação, com 39,1% da potência instalada no
Brasil.

– Nos últimos 12 meses, foram adicionados cerca de 162 mil novos sistemas de
geração solar distribuída no Brasil, um crescimento superior a 130% em
relação ao último ano.

– Em 2020, o país atingiu a marca histórica de 5 mil municípios com energia solar
fotovoltaica instalada, em todos os estados brasileiros. O destaque é a cidade de
Uberlândia (MG), que gera 1,3% de toda a energia solar produzida no país, e o
Rio de Janeiro, a capital mais bem posicionada no ranking, em segundo
lugar.

– Entre 2017 e 2019, o Brasil subiu 10 posições na lista mundial de países
com maior capacidade instalada acumulada de energia solar fotovoltaica,
saltando da 26° para a 16° posição. E a tendência é crescer cada vez mais!

– O país zerou o imposto de importação para equipamentos de energia solar
até o fim de 2021.

– Grandes redes, como a Magazine Luiza e os Postos Ipiranga fecharam acordos
para utilizar energia solar em seus estabelecimentos a partir de 2021.
Faça parte deste movimento sustentável e econômico! A KWESolar está preparada
para equipar sua casa, seu comércio ou sua indústria com os mais modernos
equipamentos de captação e geração de energia solar. É bom para o planeta e
excelente para o seu bolso! Entre em contato e faça um orçamento:

 

Por Vitor Gilard, para a KWESolar

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email